Avaliação do regime tributário mais adequado para a empresa, considerando a realidade e expectativa de faturamento, estrutura de custos, créditos fiscais, regimes especiais e os encargos da folha de pagamento.

Vários são os aspectos considerados: o tipo do produto, o regime tributário dos clientes da empresa (se necessitam de crédito de ICMS, ou se são consumidores finais, por exemplo), o Estado em que se situam os clientes, além do faturamento esperado e o montante da folha de pagamento dos clientes.

Cada análise é individual e específica para o cliente. As decisões sobre o regime tributário devem estar alinhadas com o planejamento estratégico, verificando as opções tributárias previstas na legislação, para que as questões fiscais não comprometam a lucratividade do negócio.